Pasta Actual:
Web@x / eXaminator

acesso > eXaminator / Web@x > nota técnica

Nota técnica sobre o validador eXaminator
(versão WCAG1.0)

Algoritmo do validador eXaminator, índice Web@x e directórios de monitorização

O que é o eXaminator?

O eXaminator é um validador automático do grau de satisfação, por uma dada página na Internet, das Directrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web (WCAG 1.0) desenvolvidas pelo W3C – World Wide Web Consortium. O eXaminator é um dos cerca de 130 validadores automáticos existentes. Foi desenvolvido pela UMIC – Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP com o objectivo de ultrapassar várias limitações dos outros validadores e de poder ser utilizado para a avaliação da acessibilidade de todas as páginas de um sítio.

Ao contrário da maioria dos validadores de múltiplas páginas existentes no mercado, o eXaminator não precisa de ser instalado no computador. O próprio processo de validação é integralmente descentralizado no servidor. O gestor do sítio limita-se a solicitar ao servidor que efectue a análise. A análise é concentrada num directório de monitorização consultável na Web.

Dos cerca de 130 validadores listados na base de dados do W3C, 26 estão referenciados como sendo capazes de testar múltiplas páginas (e.g., TAW, AccVerify, Rational Policy Tester da IBM). Verifica-se, no entanto, que, na generalidade, necessitam de ser instalados na máquina do utilizador, alguns são pagos, outros são dependentes do sistema operativo e outros ainda da tecnologia suportada pelo navegador Web. Uma das ferramentas online mais próximas do funcionamento do eXaminator dá pelo nome de Functional Accessibility Evaluator (FAE), da Universidade de Illinois. Todavia, esta ferramenta, funciona com base numa recolha amostral de páginas, não controlável pelo utilizador. O validador eXaminator não necessita de ser instalado, é independente do sistema operativo dos utilizadores, bem como das características dos seus navegadores Web e pode ser usado por vários editores em simultâneo. O funcionamento colaborativo do eXaminator é ideal para o trabalho de monitorização de um sítio web independentemente da sua dimensão ou do número de pessoas envolvidas no processo de edição. O eXaminator distingue-se ainda dos seus "pares" na aferição do ponto de verificação "3.2 - Crie documentos validando a notação com a gramática formal publicada. (prioridade 2)". O validador eXaminator recorre, de forma directa, aos validadores de (x)HTML e CSS do W3C, obtendo destes a indicação da existência, ou não, de erros na linguagem de marcação e de estilos. O eXaminator é um validador totalmente em português-europeu juntando-se aos validadores Hera da Fundação SIDAR, cuja tradução para português-europeu esteve igualmente a cargo da equipa da ACESSO da UMIC, e DaSilva da Acessibilidade Brasil disponível em português-braslleiro.

O validador eXaminator é usado para calcular o índice web@x, desenvolvido pela UMIC para dar informação numérica sintética sobre o grau de satisfação das directrizes de acessibilidade de uma dada página ou de um dado domínio na Internet.

O validador eXaminator é o único que funciona com um logótipo dinâmico de certificação: o logótipo dinâmico "Certified Accessibility" da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP.

Não se esqueça que o eXaminator é “apenas” uma ferramenta automática!

É importante lembrar que as ferramentas automáticas de validação não conseguem analisar com exactidão os 65 pontos de verificação constantes das WCAG 1.0 e que as análises feitas pelas ferramentas automáticas apenas nos fornecem indicadores indiciadores da estratégia de concepção e implementação das directrizes de acessibilidade.

Leia sempre o relatório qualitativo do eXaminator!

Pretende-se que a leitura do relatório seja compreensível a qualquer profissional Web, embora o mesmo não dispense a leitura e estudo das WCAG 1.0. O eXaminator poderá representar o instrumento de partida que faça com que os profissionais Web entrem na abordagem da acessibilidade Web. É, no entanto, aconselhável, numa fase de correcção dos problemas, a utilização de outras ferramentas como o HERA ou mesmo o próprio validador HTML do W3C, os quais permitem medir com maior rigor a extensão dos erros, assim como a sua localização no código. O HERA já exige um maior grau de maturidade de conhecimento das WCAG 1.0.

Os indicadores produzidos pelo eXaminator resultam das WCAG 1.0 do W3C.

Dos 65 pontos de verificação das WCAG 1.0, o eXaminator tem, pelo menos um teste, para 44 deles (ver tabela 1). No caso dos pontos de verificação de prioridade 1 chega mesmo a abranger 81% dos 16 pontos existentes para a conformidade 'A'.

Tabela 1: Nº de Pontos de Verificação WCAG 1.0 abrangidos pelos testes do eXaminator por níveis de prioridade
  (A) = Total PV abrangidos pelos Testes eXaminator (B) = Total PV das WCAG1.0 (A) / (B)
Prioridade 1 13 16 81%
Prioridade 2 17 30 57%
Prioridade 3 14 19 74%
Total 44 65 68%

O eXaminator infere o grau de conformidade para com as WCAG 1.0, sendo a sua análise transversal aos 3 níveis de prioridade. Os actuais 61 testes do eXaminator não têm uma correspondência biunívoca com os 65 pontos de verificação das WCAG 1.0 (i.e. não existe uma relação de um para um). Existem pontos de verificação para os quais se observa mais do que um teste (ver tabela 2) e existem pontos de verificação para os quais é impossível uma análise automática.

Tabela 2: Testes eXaminator por ponto de verificação
Ponto de Verificação WCAG1.0 Testes eXaminator de P1 Testes eXaminator de P2 Testes eXaminator de P3 Total testes eXaminator
1.1 11     11
1.5     1 1
2.1 1     1
2.2     1 1
3.1   1   1
3.2   3   3
3.3   3   3
3.4   1   1
3.5   1   1
3.6   1   1
3.7   1   1
4.1 1     1
4.2     1 1
4.3     1 1
5.1 1     1
5.2 1     1
5.3   1   1
5.5     1 1
5.6     1 1
6.3 1     1
6.4   1   1
7.2   1   1
7.3   1   1
7.4   1   1
7.5   1   1
9.1 1     1
9.4     1 1
9.5     1 1
10.1   1   1
10.2   1   1
10.4     1 1
10.5     1 1
11.1   1   1
11.2   2   2
11.4 1     1
12.1 1     1
12.3   1   1
12.4   1   1
13.1   2   2
13.2   2   2
13.5     1 1
13.6     1 1
13.9     1 1
14.2     1 1
Total 19 28 14 61

Se analisarmos a distribuição dos 61 testes eXaminator (ver tabela 3) pelos níveis de prioridade 1, 2 e 3 das WCAG verifica-se que 46% dos testes estão relacionados com verificações de prioridade 2. Esta distribuição está bastante próxima da distribuição que as WCAG fazem dos 65 pontos de verificação em que 25% estão relacionados com verificações de prioridade 1, 46% de prioridade 2 e 29% de prioridade 3. Ou seja, em termos globais, a distribuição dos resultados obtidos pelo eXaminator está muito próxima da distribuição dos pontos de verificação nas WCAG 1.0.

Tabela 3: Testes eXaminator por níveis de prioridade dos pontos de verificação das WCAG 1.0
Níveis de prioridade dos pontos de verificação Total Testes do eXaminator
Prioridade 1 19 31%
Prioridade 2 28 46%
Prioridade 3 14 23%
Total 61 100%

Bateria de Testes e Ocorrências implementadas no eXaminator

Para uma análise completa dos 61 testes e das 162 ocorrências implementadas no eXaminator consulte a folha de cálculo: Bateria de Testes e respectivas Ocorrências do validador eXaminator - versão WCAG 1.0 (xls, 56KB).

O eXaminator não foi criado para o penalizar, mas para o ajudar a construir boas práticas. O currículo para as WCAG 1.0 responde de forma contextual à natureza das ocorrências encontradas.

O relatório pretende ser simples mas pedagógico. A cada problema ou boa prática descrito no relatório está associado um pequeno texto explicativo da importância do cumprimento desse mesmo ponto, assim como uma ligação ao Currículo para as Directrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web 1.0, o qual é o documento mais exaustivo, até hoje, produzido pelo W3C para a explicação da versão 1.0 das directrizes de acessibilidade. Estas notas iniciais pretendem dar pistas de como resolver os problemas apresentados.

Alguns dos “raciocínios” de uma ferramenta automática como o eXaminator.

Os 61 testes actualmente incorporados no eXaminator foram ponderados com o maior rigor e à luz das boas práticas na concepção Web que resultam dos padrões do W3C. Deixamos a seguir apenas alguns exemplos de condições implementadas na nossa ferramenta que resultam de “milhares” de observações feitas por profissionais Web que contribuíram para a definição da metodologia de análise subjacente ao eXaminator e ao HERA.

É importante não esquecer que apenas se podem verificar automaticamente alguns pontos de verificação. O ponto 3.3, é um dos exemplos: "Use folhas de estilo para controlar a disposição e a apresentação".

Para definir um resultado positivo deve-se comprovar:

Para definir um resultado negativo deve-se comprovar que não se utilizam nem elementos nem atributos de apresentação:

Este é, aliás, um dos pontos em que a validação por uma ferramenta automática é mais rápida e fiável que por um revisor humano.

Existem outros pontos que podem ser verificados parcialmente por meios automáticos. Por exemplo, o ponto 1.1: "Proporcione um texto equivalente para todo o elemento não textual". Existem muitos elementos não textuais mas, considerando o caso das imagens, deve-se verificar o uso do atributo alt em todos os elementos <img>. Caso não exista, o resultado é negativo mas, no caso contrário, é necessário o critério humano para determinar se o texto é adequado para descrever a função que cada imagem cumpre. Neste caso, por meios automáticos resulta mais fácil detectar os erros, mas resulta impossível determinar um resultado positivo. Como curiosidade adicional, fique a saber que o eXaminator (versão WCAG 1.0) gasta 10 dos seus 61 testes apenas na verificação de aspectos relacionados com o ponto de verificação 1.1.

Outros pontos, como o 14.1: "Utilize linguagem o mais clara e simples, apropriada ao conteúdo de um sítio" apenas pode ser verificado por uma pessoa (e não existe uma métrica que defina o resultado; depende do critério de cada pessoa). Os maiores julgadores deste ponto de verificação, por sinal de prioridade 1, serão os próprios utilizadores do website.

Última actualização: 20 de Setembro 2009.
Programa ACESSO da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, I.P.

Motor de Busca
Motor de Busca

Mapa do Sítio
Mapa do Sítio

Ajuda
Ajuda

Sugestão
Sugestão