Técnicas para as WCAG 2.0

Ir para o conteúdo (Pressione a tecla Enter)

Técnicas SMIL para as WCAG 2.0

Esta página Web lista as Técnicas SMIL de Técnicas para as WCAG 2.0: Técnicas e Falhas para as Directrizes de Acessibilidade para o Conteúdo da Web 2.0. Para informação sobre as técnicas, consulte Introdução às Técnicas para as WCAG 2.0. Para uma lista das técnicas utilizadas em outras tecnologias, consulte o Índice.


Índice



SM1: Adicionar uma áudio-descrição alargada em SMIL 1.0

Aplicabilidade

Aplica-se sempre que estiver disponível um leitor de SMIL 1.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

A finalidade desta técnica é permitir a introdução de mais áudio-descrições do que as que cabem nos intervalos no diálogo do conteúdo audiovisual.

Com SMIL 1.0 não existe nenhuma forma fácil de o fazer, mas pode ser feito dividindo os ficheiros de áudio e de vídeo numa série de ficheiros que são reproduzidos sequencialmente. As áudio-descrições adicionais são reproduzidas enquanto o programa audiovisual se encontra parado. A última frame do ficheiro de vídeo é parada, de modo a permanecer no ecrã enquanto o ficheiro de áudio continua a ser reproduzido.

O efeito resulta num vídeo que parece ser reproduzido de início ao fim, mas é parado em determinadas alturas enquanto é fornecida uma áudio-descrição mais alargada, avançando automaticamente quando a áudio-descrição termina.

Para activar e desactivar a áudio-descrição alargada, pode ser utilizado um script para retroceder e avançar entre dois scripts SMIL, um com e outro sem as linhas da áudio-descrição alargada. Ou pode ser utilizado um script para adicionar ou remover as linhas da áudio-descrição alargada do ficheiro SMIL, de modo a que os clips de vídeo sejam reproduzidos sequencialmente.

Se os scripts não estiverem disponíveis, poderão ser fornecidas duas versões do vídeo, uma com e outra sem as áudio-descrições alargadas.

Exemplos

Exemplo 1: Vídeo em SMIL 1.0 com áudio-descrições que colocam em pausa a multimédia principal em 4 localizações para permitir a áudio-descrição alargada

Código Exemplo:

                              
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns:qt="http://www.apple.com/quicktime/resources/smilextensions" 
xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil" qt:time-slider="true">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="266" width="320"/>
      <region id="videoregion" background-color="black" top="26" left="0" 
      height="144" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
  <par>
   <seq>
     <par>
       <video src="video.rm" region="videoregion" clip-begin="0s" clip-end="5.4" 
       dur="8.7" fill="freeze" alt="videoalt"/>   
       <audio src="no1.wav" begin="5.4" alt="audio alt"/>
     </par>
     <par>
       <video src="video.rm" region="videoregion" clip-begin="5.4" clip-end="24.1" 
       dur="20.3" fill="freeze" alt="videoalt"/>
       <audio src="no2.wav" begin="18.7" alt="audio alt"/>
     </par>
     <par>
       <video src="video.rm" region="videoregion" clip-begin="24.1" clip-end="29.6" 
       dur="7.7" fill="freeze" alt="videoalt"/>
       <audio src="no3.wav" begin="5.5" alt="audio alt"/>
     </par>
     <par>
       <video src="video.rm" region="videoregion" clip-begin="29.6" clip-end="34.5" 
       dur="5.7" fill="freeze" alt="videoalt"/>
       <audio src="no4.wav" begin="4.9" alt="audio alt"/>
     </par>
     <par>
       <video src="video.rm" region="videoregion" clip-begin="77.4" alt="video alt"/>
     </par>
   </seq>
  </par>
</body>
</smil>

A marcação acima está dividida em cinco segmentos <par> . Em cada um deles, existe uma marca <video> e uma marca <audio> (a última <par> não tem, intencionalmente, nenhuma marca <audio> ). A convenção com áudio-descrições alargadas é que a multimédia principal é colocada em pausa durante a descrição. A forma de o fazer em SMIL 1.0 é definir um "clip-begin" e um "clip-end" que indicam o início e o fim do clip de vídeo, e definir uma duração para o clip que seja superior à definida pelo "clip-begin" e pelo "clip-end". O fill="freeze" pára a última frame do vídeo durante a descrição alargada. A marca <audio> tem um atributo "begin" com um valor igual ao valor "clip-end" da marca <video> precedente.

A forma de determinar os valores para "clip-begin," "clip-end" e "dur" é descobrir quando começa e acaba a parte do vídeo antes da áudio-descrição e descobrir a duração total da áudio-descrição alargada. O "clip-begin" e o "clip-end" definem os seus próprios valores, mas o valor "dur" corresponde à soma da duração da descrição alargada com o clip definido pelo "clip-begin" e pelo "clip-end". No primeiro <par>, o clip de vídeo começa aos 0 segundos, acaba aos 5,4 segundos e a duração da descrição é de 3,3 segundos, como tal o valor "dur" corresponde a 5,4s + 3,3s = 8,7s.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Reproduza um ficheiro com áudio-descrições alargadas.

  2. Reproduza um ficheiro com uma áudio-descrição.

  3. Verifique se o vídeo pára em determinadas alturas e reproduz uma áudio-descrição alargada.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.


SM2: Adicionar uma áudio-descrição alargada em SMIL 2.0

Aplicabilidade

Aplica-se sempre que estiver disponível um leitor de SMIL 2.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

A finalidade desta técnica é permitir a introdução de mais áudio-descrições do que as que cabem nos intervalos no diálogo do conteúdo audiovisual.

Com SMIL 2.0, é possível especificar que determinados ficheiros de áudio sejam reproduzidos a horas específicas, e que o programa seja parado (colocado em pausa) enquanto o ficheiro de áudio estiver a ser reproduzido.

O efeito resulta num vídeo que parece ser reproduzido de início ao fim, mas é parado em determinadas alturas enquanto é fornecida uma áudio-descrição mais alargada, avançando automaticamente quando a áudio-descrição termina.

Para activar e desactivar a áudio-descrição alargada, pode ser utilizado um script para retroceder e avançar entre dois scripts SMIL, um com e outro sem as linhas da áudio-descrição alargada. Ou pode ser utilizado um script para adicionar ou remover as linhas da áudio-descrição alargada do ficheiro SMIL, de modo a que os clips de vídeo sejam reproduzidos continuamente.

Se os scripts não estiverem disponíveis, poderão ser fornecidas duas versões do ficheiro SMIL, uma com e outra sem uma áudio-descrição alargada.

Exemplos

Exemplo 1: Vídeo com uma áudio-descrição alargada

Código Exemplo:

<smil xmlns="//www.w3.org/2001/SMIL20/Language"> 
<head> 
<layout> 
<root-layout backgroundColor="black" height="266" width="320"/> 
<region id="video" backgroundColor="black" top="26" left="0" 
height="144" width="320"/> 
</layout> 
</head> 
<body>	 
<excl> 
<priorityClass peers="pause"> 
<video src="movie.rm" region="video" title="video" alt="video" /> 
<audio src="desc1.rm" begin="12.85s" alt="Description 1" /> 
<audio src="desc2.rm" begin="33.71s" alt="Description 2" /> 
<audio src="desc3.rm" begin="42.65s" alt="Description 3" /> 
<audio src="desc4.rm" begin="59.80s" alt="Description 4" /> 
</priorityClass> 
</excl> 
</body> 
     </smil> 

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Reproduza um ficheiro com áudio-descrições alargadas.

  2. Verifique se o vídeo pára em determinadas alturas e reproduz uma áudio-descrição alargada.

Resultados Esperados

  • O passo 2 é verdadeiro.


SM6: Fornecer uma áudio-descrição em SMIL 1.0

Aplicabilidade

Aplica-se sempre que estiver disponível um leitor de SMIL 1.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas cegas, ou com dificuldade em ver o vídeo em conteúdo audiovisual, poderem aceder ao conteúdo. Com esta técnica, é fornecida uma descrição do vídeo através de uma áudio-descrição que irá ser encaixada nos intervalos no diálogo existente no conteúdo audiovisual.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de áudio-descrição em SMIL 1.0 para o leitor QuickTime

Código Exemplo:

                              
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns:qt="http://www.apple.com/quicktime/resources/smilextensions" 
  xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil" qt:time-slider="true">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="266" width="320"/>
      <region id="videoregion" background-color="black" top="26" left="0" 
      height="144" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video dur="0:01:20.00" region="videoregion" src="salesdemo.mov" 
      alt="Sales Demo"/>
      <audio dur="0:01:20.00" src="salesdemo_ad.mp3" 
      alt="Sales Demo Audio Description"/>
    </par>
  </body>
</smil> 

Exemplo 2: Exemplo de áudio-descrição em SMIL 1.0 para o leitor RealTime

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="266" width="320"/>
      <region id="videoregion" background-color="black" top="26" left="0" 
      height="144" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mov" region="videoregion" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <audio src="salesdemo_ad.mp3" title="audio description" 
      alt="Sales Demo Audio Description"/>
    </par>
  </body>
</smil>

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Encontre um método para activar a áudio-descrição a partir do conteúdo/leitor (a menos que seja sempre reproduzida por predefinição).

  2. Reproduza um ficheiro com uma áudio-descrição.

  3. Verifique se a áudio-descrição é reproduzida.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.


SM7: Fornecer uma áudio-descrição em SMIL 2.0

Aplicabilidade

Aplica-se sempre que estiver disponível um leitor de SMIL 2.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas cegas, ou com dificuldade em ver o vídeo em conteúdo audiovisual, poderem aceder ao conteúdo. Com esta técnica, é fornecida uma descrição do vídeo através de uma áudio-descrição que irá ser encaixada nos intervalos no diálogo existente no conteúdo audiovisual.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de áudio-descrição em SMIL 2.0 para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

<smil xmlns="//www.w3.org/2001/SMIL20/Language">
  <head>
    <layout>
      <root-layout backgroundColor="black" height="266" width="320"/>
      <region id="video" backgroundColor="black" top="26" left="0" 
      height="144" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <audio src="salesdemo_ad.mp3" begin="33.71s" title="audio description" 
      alt="Sales Demo Audio Description"/>
    </par>
  </body>
</smil>

Este exemplo mostra um segmento <par> que contém uma marca <audio> e uma marca <video> . A sequência de áudio não é iniciada imediatamente.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Encontre um método para activar a áudio-descrição a partir do conteúdo/leitor (a menos que seja sempre reproduzida por predefinição).

  2. Reproduza um ficheiro com uma áudio-descrição.

  3. Verifique se a áudio-descrição é reproduzida.

Resultados Esperados

  • O passo 2 é verdadeiro.


SM11: Fornecer legendas através de sequências de texto sincronizadas em SMIL 1.0

Aplicabilidade

Aplica-se a SMIL 1.0.

Esta técnica está relacionada com:

Notas de Apoio para o Agente de Utilizador e para a Tecnologia de Apoio

Não existe nenhum formato universal padrão para representar legendas em SMIL 1.0. Diferentes agentes de utilizador suportam diferentes formatos de legendas. Um ficheiro num formato suportado tem de ser fornecido como o argumento src para a sequência de texto da legenda.

O QuickTime suporta ficheiros de legendas QTText. Os leitores genuínos, tais como o RealPlayer e o GRiNS, suportam ficheiros de legendas RealText. O WindowsMedia suporta ficheiros SAMI, mas não suporta SMIL. O Flash não suporta um tipo de ficheiro específico, mas pode analisar ficheiros de legendas baseados em XML; na realidade, o suporte do componente FLVPlayback para SMIL destina-se a detectar parâmetros, tais como indicações de larguras de banda múltiplas ou url de filme/servidor especificadas numa marca <switch>.

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas surdas, ou com dificuldade em ouvir o diálogo em conteúdo audiovisual, poderem ver o conteúdo. Com esta técnica, todo o diálogo e sons importantes estão disponíveis numa sequência de texto apresentada numa área de legendas.

Com SMIL 1.0, podem ser definidas áreas separadas para o vídeo e para as legendas. As legendas e a reprodução do vídeo estão sincronizadas, com o texto das legendas apresentado numa área do ecrã e o vídeo correspondente apresentado noutra área.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de legendas em SMIL 1.0 para o leitor QuickTime

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns:qt="http://www.apple.com/quicktime/resources/smilextensions" 
  xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil" qt:time-slider="true">
  <head>
    <layout>
      <root-layout width="320" height="300" background-color="black"/>
      <region top="0" width="320" height="240" left="0" background-color="black" 
      id="videoregion"/>
      <region top="240" width="320" height="60" left="0" background-color="black" 
      id="textregion"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video dur="0:01:20.00" region="videoregion" src="salesdemo.mov" 
      alt="Sales Demo"/>
      <textstream dur="0:01:20.00" region="textregion" src="salesdemo_cc.txt" 
      alt="Sales Demo Captions"/>
    </par>
  </body>
</smil> 

Exemplo 2: Exemplo de legendas em SMIL 1.0 para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="310" width="330"/>
      <region id="video" background-color="black" top="5" left="5" 
      height="240" width="320"/>
      <region id="captions" background-color="black" top="250" 
      height="60" left="5" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <textstream src="salesdemo_cc.rt" region="captions" 
      system-captions="on" title="captions" 
      alt="Sales Demo Captions"/>
    </par>
  </body>
</smil>

O exemplo mostra um segmento <par> que contém uma marca <video> and a <code><![CDATA[<textstream> . O atributo system-captions indica que a sequência de texto deve ser apresentada quando a definição do leitor do utilizador para legendas indicar a preferência de apresentação das legendas. A secção <layout> define as áreas utilizadas para o vídeo e para as legendas.

Exemplo 3: Exemplo de legendas em SMIL 1.0 com sequências de texto internas

Código Exemplo:

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="310" width="330"/>
      <region id="video" background-color="black" top="5" left="5" 
      height="240" width="320"/>
      <region id="captions" background-color="black" top="250" 
      height="60" left="5" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <text src="data:,This%20is%20inline%20text." region="captions" begin="0s" 
      dur="3" alt="Sales Demo Captions">
        <param name="charset" value="iso-8859-1"/>
        <param name="fontFace" value="System"/>
        <param name="fontColor" value="yellow"/>
        <param name="backgroundColor" value="blue"/>
      </text>
    </par>
  </body>
</smil>

Este exemplo mostra um elemento <text> que inclui sequências de texto sincronizadas no ficheiro SMIL.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Active a preferência de legendas no leitor, se existir.

  2. Reproduza um ficheiro com legendas.

  3. Verifique se as legendas são apresentadas.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.


SM12: Fornecer legendas através de sequências de texto sincronizadas em SMIL 2.0

Aplicabilidade

Aplica-se a SMIL 2.0.

Esta técnica está relacionada com:

Notas de Apoio para o Agente de Utilizador e para a Tecnologia de Apoio

Apenas o RealPlayer suporta SMIL 2.0.

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas surdas, ou com dificuldade em ouvir o diálogo em conteúdo audiovisual, poderem ver o conteúdo. Com esta técnica, todo o diálogo e sons importantes estão disponíveis numa sequência de texto apresentada numa área de legendas.

Com SMIL 2.0, podem ser definidas áreas separadas para o vídeo e para as legendas. As legendas e a reprodução do vídeo estão sincronizadas, com o texto das legendas apresentado numa área do ecrã e o vídeo correspondente apresentado noutra área.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de legendas em SMIL 2.0 para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="//www.w3.org/2001/SMIL20/Language">
  <head>
    <layout>
      <root-layout backgroundColor="black" height="310" width="330"/>
      <region id="video" backgroundColor="black" top="5" left="5" 
      height="240" width="320"/>
      <region id="captions" backgroundColor="black" top="250" 
      height="60" left="5" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo"
      alt="Sales Demo"/>
      <textstream src="salesdemo_cc.rt" region="captions" systemCaptions="on" 
      title="captions" alt="Sales Demo Captions"/>
    </par>
  </body>
</smil>

O exemplo mostra um segmento <par> que contém uma marca <video> e uma marca <textstream> . O atributo systemCaptions indica que a sequência de texto deve ser apresentada quando a definição do leitor do utilizador para legendas indicar a preferência de apresentação das legendas. A secção <layout> define as áreas utilizadas para o vídeo e para as legendas.

Exemplo 2: Exemplo de legendas em SMIL 2.0 com sequências de texto internas para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="//www.w3.org/2001/SMIL20/Language">
  <head>
    <layout>
      <root-layout backgroundColor="black" height="310" width="330"/>
      <region id="video" backgroundColor="black" top="5" left="5" 
      height="240" width="320"/>
      <region id="captions" backgroundColor="black" top="250" 
      height="60" left="5" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <text src="data:,This%20is%20inline%20text." region="captions" 
      begin="0s" dur="3">
        <param name="charset" value="iso-8859-1"/>
        <param name="fontFace" value="System"/>
        <param name="fontColor" value="yellow"/>
        <param name="backgroundColor" value="blue"/>
      </text>
      <text src="data:,This%20is%20a%20second%20text." 
      region="captions" begin="3s" dur="3">
        <param name="charset" value="iso-8859-1"/>
        <param name="fontFace" value="System"/>
        <param name="fontColor" value="yellow"/>
        <param name="backgroundColor" value="blue"/>
      </text>
    </par>
  </body>
</smil>

Este exemplo mostra um elemento <text> que inclui sequências de texto sincronizadas no ficheiro SMIL.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Active a preferência de legendas no leitor, se existir.

  2. Reproduza um ficheiro com legendas.

  3. Verifique se as legendas são apresentadas.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.


SM13: Fornecer interpretação em língua gestual através de sequências de vídeo sincronizadas em SMIL 1.0

Aplicabilidade

Aplica-se sempre que estiver disponível um leitor de SMIL 1.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas surdas, ou com dificuldade em ouvir o diálogo em conteúdo audiovisual, poderem ver o conteúdo. Com esta técnica, todo o diálogo e sons importantes estão disponíveis num vídeo com a interpretação em língua gestual apresentado numa área de legendas.

Com SMIL 1.0, podem ser definidas áreas separadas para os dois vídeos. As reproduções dos dois vídeos estão sincronizadas, com o vídeo do conteúdo apresentado numa área do ecrã e o vídeo correspondente com a interpretação em língua gestual apresentado noutra área.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de interpretação em língua gestual em SMIL 1.0 para o leitor QuickTime

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns:qt="http://www.apple.com/quicktime/resources/smilextensions" 
  xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil" qt:time-slider="true">
  <head>
    <layout>
      <root-layout width="320" height="300" background-color="black"/>
      <region top="0" width="320" height="240" left="0" background-color="black" 
      id="videoregion"/>
      <region top="240" width="320" height="60" left="0" background-color="black" 
      id="signingregion"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video dur="0:01:20.00" region="videoregion" src="salesdemo.mov" 
      alt="Sales Demo"/>
      <video dur="0:01:20.00" region="signingregion" system-captions="on" 
      src="salesdemo_si.mov" alt="Sales Demo Sign Language Interpretation"/>
    </par>
  </body>
</smil>

Exemplo 2: Exemplo de língua gestual em SMIL 1.0 para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

                            
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<smil xmlns="http://www.w3.org/TR/REC-smil">
  <head>
    <layout>
      <root-layout background-color="black" height="310" width="330"/>
      <region top="0" width="320" height="240" left="0" background-color="black"
       id="videoregion"/>
      <region top="240" width="320" height="60" left="0" background-color="black" 
      id="signingregion"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video dur="0:01:20.00" region="videoregion" src="salesdemo.mov" 
      alt="Sales Demo"/>
      <video dur="0:01:20.00" region="signingregion" system-captions="on" 
      src="salesdemo_si.mov" alt="Sales Demo Sign Language Interpretation"/>
    </par>
  </body>
</smil>

O exemplo mostra um segmento <par> que contém duas marcas <video> . O atributo system-captions indica que o vídeo com a língua gestual deve ser apresentado quando a definição do leitor do utilizador para legendas indicar a preferência de apresentação das legendas. A secção <layout> define as áreas utilizadas para o vídeo principal e o vídeo com a interpretação em língua gestual.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Seleccione o controlo no conteúdo ou no leitor para activar a interpretação em língua gestual (a menos que seja sempre apresentada).

  2. Reproduza um ficheiro com interpretação em língua gestual.

  3. Verifique se a interpretação em língua gestual é apresentada.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.


SM14: Fornecer interpretação em língua gestual através de sequências de vídeo sincronizadas em SMIL 2.0

Aplicabilidade

SMIL 2.0.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer uma forma para as pessoas surdas, ou com dificuldade em ouvir o diálogo em conteúdo audiovisual, poderem ver o conteúdo. Com esta técnica, todo o diálogo e sons importantes estão disponíveis num vídeo com a interpretação em língua gestual apresentado numa área de legendas.

Com SMIL 2.0, podem ser definidas áreas separadas para os dois vídeos. As reproduções dos dois vídeos estão sincronizadas, com o vídeo do conteúdo apresentado numa área do ecrã e o vídeo correspondente com a interpretação em língua gestual apresentado noutra área.

Exemplos

Exemplo 1: Exemplo de vídeo de língua gestual em SMIL 2.0 para o leitor RealMedia

Código Exemplo:

<smil xmlns="//www.w3.org/2001/SMIL20/Language">
  <head>
    <layout>
      <root-layout backgroundColor="black" height="310" width="330"/>
      <region id="video" backgroundColor="black" top="5" left="5" 
      height="240" width="320"/>
      <region id="signing" backgroundColor="black" top="250" 
      height="60" left="5" width="320"/>
    </layout>
  </head>
  <body>
    <par>
      <video src="salesdemo.mpg" region="video" title="Sales Demo" 
      alt="Sales Demo"/>
      <video src="salesdemo_signing.mpg" 
      region="signing" systemCaptions="on" 
      title="sign language interpretation" 
      alt="Sales Demo Sign Language Interpretation"/>
    </par>
  </body>
</smil>

O exemplo mostra um segmento <par> que contém duas marcas <video> . O atributo systemCaptions indica que o vídeo com a língua gestual deve ser apresentado quando a definição do leitor do utilizador para legendas indicar a preferência de apresentação das legendas. A secção <layout> define as áreas utilizadas para o vídeo principal e o vídeo com a interpretação em língua gestual.

Recursos

Testes

Procedimento

  1. Seleccione o controlo no conteúdo ou no leitor para activar a interpretação em língua gestual (a menos que seja sempre apresentada).

  2. Reproduza um ficheiro com interpretação em língua gestual.

  3. Verifique se a interpretação em língua gestual é apresentada.

Resultados Esperados

  • O passo 3 é verdadeiro.