Técnicas para as WCAG 2.0

Ir para o conteúdo (Pressione a tecla Enter)

-

SVR4: Permitir que os utilizadores forneçam preferências para a apresentação de versões alternativas em conformidade

Aplicabilidade

Conteúdo criado utilizando scripting do lado do servidor para armazenar preferências.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é fornecer um mecanismo para os utilizadores seleccionarem uma preferência para uma versão alternativa em conformidade de uma página Web.

O fornecimento de preferências para permitir que os utilizadores visualizem versões alternativas em conformidade pode ser efectuado de várias formas. Um método comum é fornecer um link que acciona um processo do lado do servidor que define um cookie de sessão ou persistente que o servidor da Web utiliza para modificar a página ou redireccionar o utilizador para a versão alternativa. Outros métodos incluem o fornecimento de opções específicas do utilizador que são armazenadas como parte das informações de início de sessão do utilizador para um sistema em que os utilizadores iniciam sessão para aceder a uma página Web ou serviço.

Os utilizadores que precisam de uma versão alternativa irão necessitar que o mecanismo fornecido na página que não está em conformidade esteja acessível para poderem encontrá-lo e utilizá-lo. O próprio mecanismo deve estar em conformidade com o nível de acessibilidade exigido.

Exemplos

Exemplo 1: Definir um cookie de sessão ou persistente para armazenar uma preferência de utilizador

Um sítio da Web oferece um link para uma página de "preferências" em páginas existentes no sítio da Web. Nesta página, existe a opção de ver uma versão alternativa do sítio da Web. Podem existir vários aspectos da página afectados, ou o utilizador pode optar por ver uma versão totalmente alternativa do sítio da Web. A preferência pode ser apresentar uma versão do sítio da Web, na qual o vídeo incluído apresenta as legendas, ou pode ser oferecida porque o sítio da Web principal contém problemas de conformidade de acessibilidade que são abordados apenas através da alternativa.

Um autor de páginas Web pode optar por controlar esta preferência através de um cookie, que pode ser controlado através de uma linguagem de scripts do lado do servidor, tal como PHP.

A página de preferências pode ser apresentada da seguinte forma:

Código Exemplo:

             <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-transitional.dtd">
  <html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml">
      <head>
      <title>Site Preferences</title>
  </head>
  <body>
      <h1>Site Preferences</h1>
      <form id="form1" name="site_prefs" method="post" action="pref.php">
          <fieldset>
              <legend>Which version of the site do you want to view?</legend>
              <input type="radio" name="site_pref" id="site_pref_reg" value="reg" />
              <label for="site_pref_reg">Main version of site</label>
              <input type="radio" name="site_pref" id="site_pref_axx" value="axx" />
              <label for="site_pref_axx">Accessibility-conforming version</label>
          </fieldset> 
      </form>
  </body>
  </html>

O formulário é submetido para o ficheiro pref.php para processamento. É definido um cookie e, neste exemplo simples, o browser do utilizador é direccionado para a página inicial do sítio da Web.

pref.php:

Código Exemplo:

<?php
    if(isset($site_pref)) {
        setcookie("site_pref",$site_pref, time() + (86400 * 30)); //set for 30 days
        header("location: http://www.example.com"); //redirects to home page
    }
?>

A página inicial é iniciada com um código que implementa a preferência do utilizador.

index.php:

Código Exemplo:

<?
if(isset($site_pref)) {
        if($site_pref="axx") {
        header("location: ./accessible/index.php");
}
?>
<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-transitional.dtd">
<html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml">
<head>
 ...

Para um sistema baseado no início de sessão, a preferência é armazenada no registo da base de dados do utilizador e indicada pelo script do lado do servidor que gera as páginas para visualização por parte do utilizador.

Recursos

Os recursos são indicados apenas a título informativo, não implica que tenham sido aprovados.

Testes

Procedimento

  1. Mude uma preferência relativamente a como as páginas são apresentadas no sítio da Web.

  2. Verifique se a própria preferência, ou um link para a página onde possa ser definida, pode ser alcançada a partir de cada página que não está em conformidade.

  3. Verifique se as páginas Web são apresentadas de acordo com a preferência seleccionada.

  4. Verifique se, quando as preferências são definidas, a página Web está em conformidade consoante o exigido.

  5. Verifique se a página resultante é uma versão alternativa em conformidade da página original.

Resultados Esperados