Técnicas para as WCAG 2.0

Ir para o conteúdo (Pressione a tecla Enter)

-

H58: Utilizar atributos language para identificar alterações no idioma humano

Aplicabilidade

HTML e XHTML.

Esta técnica está relacionada com:

Notas de Apoio para o Agente de Utilizador e para a Tecnologia de Apoio

As submarcas adicionais para região, script, variante ou outros aspectos podem conduzir a erros na alteração de idioma em versões mais antigas de alguns leitores de ecrã.

O JAWS 8.0 pode ser configurado para alterar o idioma automaticamente com base no atributo lang. Contudo, só altera entre os idiomas principais, conforme indicado pelo código principal. Se a variante de um idioma regional for indicada com um subcódigo de idioma, o JAWS irá utilizar a variante predefinida para a qual está configurado.

Descrição

O objectivo desta técnica é identificar claramente quaisquer alterações de idioma numa página utilizando o atributo lang ou xml:lang, conforme for apropriado para versão HTML ou XHTML que utilizar.

O HTML 4.01 utiliza o atributo lang nos elementos. O XHTML apresentado como texto/html utiliza o atributo lang e o atributo xml:lang nos elementos, de modo a cumprir os requisitos de XHTML e fornece compatibilidade com versões anteriores de HTML. O XHTML apresentado como aplicação/xhtml+xml utiliza o atributo xml:lang nos elementos.

Nota: O HTML só oferece a utilização do atributo lang, enquanto o XHTML 1.0 (como uma medida de transição) permite ambos os atributos, e o XHTML 1.1 só permite o xml:lang.

Os valores permitidos para os atributos lang e xml:lang são indicados nos recursos referidos abaixo. As marcas de idioma utilizam um código principal para indicar o idioma, e subcódigos opcionais (separados por hífenes) para indicar variantes do idioma. Por exemplo, o inglês é indicado com o código principal "en"; o inglês britânico e o inglês americano podem ser distinguidos utilizando "en-GB" e "en-US", respectivamente. A utilização do código principal é importante para esta técnica. A utilização de subcódigos é opcional, mas pode ser útil em determinadas circunstâncias.

Exemplos

Exemplo 1

Este exemplo demonstra a utilização do atributo xml:lang a definir uma citação escrita em alemão. O fragmento pode ser incluído através de um documento XHTML 1.1, em que lang não é permitido.

Código Exemplo:

<blockquote xml:lang="de">
  <p>
    Da dachte der Herr daran, ihn aus dem Futter zu schaffen,
    aber der Esel merkte, daß kein guter Wind wehte, lief fort
    und machte sich auf den Weg nach Bremen: dort, meinte er,
    könnte er ja Stadtmusikant werden.
  </p>
</blockquote> 

Recursos

Os recursos são indicados apenas a título informativo, não implica que tenham sido aprovados.

Testes

Procedimento

Para cada elemento existente no documento:

  1. Verifique se o idioma humano do conteúdo do elemento é o mesmo do idioma herdado para o elemento, conforme especificado em HTML 4.01, Herança de códigos de idioma.

Para cada atributo lang existente no documento:

  1. Verifique se o valor do atributo lang está em conformidade com BCP 47: Marcas para a Identificação de Idiomas (página em inglês) ou o seu sucessor.

Para cada atributo xml:lang existente no documento:

  1. Verifique se o valor do atributo xml:lang está em conformidade com BCP 47: Marcas para a Identificação de Idiomas (página em inglês) ou o seu sucessor.

Resultados Esperados