Técnicas para as WCAG 2.0

Ir para o conteúdo (Pressione a tecla Enter)

-

G135: Utilizar as funcionalidades API de acessibilidade de uma tecnologia para revelar os nomes e as funções, permitir que as propriedades definidas pelo utilizador possam ser directamente definidas e fornecer notificações de alterações

Aplicabilidade

Tecnologias de programação que têm componentes normais programados para interagir com APIs de acessibilidade.

Esta técnica está relacionada com:

Descrição

O objectivo desta técnica é permitir à tecnologia de apoio compreender o conteúdo da Web, de modo a poder transmitir informações equivalentes ao utilizador através de uma interface de utilizador alternativa.

Por vezes, o conteúdo não é criado utilizando linguagem de marcação, mas utilizando uma linguagem de programação ou ferramentas. Em muitos casos, estas tecnologias têm componentes de interface que já se encontram programados para interagir com APIs de acessibilidade. Se um autor utilizar estes componentes e preencher as propriedades (por ex., nome, etc.), os componentes resultantes da interface de utilizador existentes no conteúdo estarão acessíveis à tecnologia de apoio.

Exemplos

Exemplo 1

Recursos

Os recursos são indicados apenas a título informativo, não implica que tenham sido aprovados.

(actualmente, não existe nenhuma indicada)

Testes

Procedimento

  1. Apresente o conteúdo utilizando um Agente de Utilizador acessível.

  2. Utilize uma Ferramenta de Acessibilidade concebida para a API de Acessibilidade do Agente de Utilizador para avaliar cada componente da interface de utilizador.

  3. Verifique se o nome e a função de cada componente da interface de utilizador são encontrados pela ferramenta.

Resultados Esperados