Noções sobre as WCAG 2.0

Ir para o conteúdo (Pressione a tecla Enter)

Identificação Consistente:
Noções sobre o CS 3.2.4

3.2.4 Identificação Consistente: Os componentes que têm a mesma funcionalidade num conjunto de páginas Web são identificados de forma consistente. (Nível AA)

Finalidade deste Critério de Sucesso

A finalidade deste Critério de Sucesso é garantir a identificação consistente de componentes funcionais que aparecem repetidamente num conjunto de páginas Web. Uma estratégia que as pessoas que utilizam leitores de ecrã utilizam quando exploram um sítio da Web é depender fortemente da sua familiaridade com as funções que podem aparecer em diferentes páginas Web. Se funções idênticas tiverem etiquetas diferentes em diferentes páginas Web, o sítio da Web será consideravelmente mais difícil de utilizar. Também pode ser confuso e aumentar a carga cognitiva para pessoas com limitações cognitivas. Por conseguinte, a colocação consistente de etiquetas irá facilitar este aspecto.

Esta consistência estende-se às alternativas em texto. Se os ícones ou outros itens não textuais tiverem a mesma funcionalidade, então as suas alternativas em texto também deverão ser consistentes.

Benefícios Específicos do Critério de Sucesso 3.2.4

  • As pessoas que conhecem a funcionalidade numa página de um sítio da Web conseguem encontrar as funções pretendidas noutras páginas, se elas existirem.

  • Quando é utilizado conteúdo não textual de uma forma consistente para identificar componentes com a mesma funcionalidade, as pessoas com dificuldades em ler texto ou detectar alternativas em texto podem interagir com a Internet sem depender das alternativas em texto.

  • As pessoas que dependem de alternativas em texto podem ter uma experiência mais previsível. Também podem procurar o componente se este tiver uma etiqueta consistente em páginas diferentes

Exemplos do Critério de Sucesso 3.2.4

  • Exemplo 1: Ícone de Documento

    É utilizado um ícone de documento para indicar o download de um documento através de um sítio da Web. A alternativa em texto para o ícone começa sempre com a palavra “Download", seguida de uma forma abreviada do título do documento. A utilização de alternativas em texto diferentes para identificar nomes de documentos para documentos diferentes é uma utilização consistente de alternativas em texto.

  • Exemplo 2: Marca de Verificação

    Um ícone de marca de verificação funciona como "aprovado" numa página, mas como "incluído" noutra. Uma vez que servem funções diferentes, têm diferentes alternativas em texto.

  • Exemplo 3: Referências consistentes a outras páginas

    Um sítio da Web publica artigos online. Cada artigo abrange várias páginas Web e cada página contém um link para a primeira página, página seguinte e página anterior do artigo. Se as referências à página seguinte apresentarem "página 1", "página 2", "página 3", etc., as etiquetas não são as mesmas, mas são consistentes. Por conseguinte, estas referências não são falhas deste Critério de Sucesso.

  • Exemplo 4: Ícones com funções semelhantes

    Uma aplicação e-commerce utiliza um ícone de impressora que permite ao utilizador imprimir recibos e facturas. Numa parte da aplicação, o ícone de impressora tem a etiqueta "Imprimir recibo" e é utilizado para imprimir recibos, enquanto na outra parte tem a etiqueta "Imprimir factura" e é utilizado para imprimir facturas. A colocação de etiquetas é consistente ("Imprimir x"), mas as etiquetas são diferentes para reflectir as funções diferentes dos ícones. Por conseguinte, este exemplo não é uma falha do Critério de Sucesso.

  • Exemplo 5: Ícone Guardar

    Um ícone "guardar" comum é utilizado ao longo do sítio da Web onde a função Guardar da página é fornecida em várias páginas Web.

  • Exemplo 6: Exemplo de uma Falha

    Um botão "procurar" numa página Web e um botão "localizar" noutra página Web têm ambos um campo para introduzir um termo e apresentam tópicos no sítio da Web relacionados com o termo pretendido. Neste caso, os botões têm a mesma funcionalidade, mas não estão etiquetados de forma consistente.

Técnicas e Falhas para o Critério de Sucesso 3.2.4 - Identificação Consistente

Cada item numerado nesta secção representa uma técnica ou combinação de técnicas que o Grupo de Trabalho das WCAG considera serem de tipo suficiente para cumprir este Critério de Sucesso. As técnicas indicadas só cumprem o Critério de Sucesso se todos os requisitos de conformidade das WCAG 2.0 forem cumpridos.

Técnicas de Tipo Suficiente

  1. G197: Utilizar etiquetas, nomes e alternativas em texto de forma consistente para conteúdo que tenha a mesma funcionalidadeE seguir as técnicas de tipo suficiente para o Critério de Sucesso 1.1.1 e as técnicas de tipo suficiente para o Critério de Sucesso 4.1.2 para fornecer etiquetas, nomes e alternativas em texto.

Nota 1: As alternativas em texto "consistentes" nem sempre são "idênticas". Por exemplo, pode existir uma seta na parte inferior de uma página Web que funcione como um link para a página Web seguinte. A alternativa em texto pode dizer "Ir para a página 4". Naturalmente, não seria apropriado repetir esta mesma alternativa em texto na página Web seguinte. Seria mais apropriado dizer "Ir para a página 5". Apesar de estas alternativas em texto não serem idênticas, seriam consistentes e, por conseguinte, cumpririam este Critério de Sucesso.

Nota 2: Pode ser utilizado um único item de conteúdo não textual para servir diferentes funções. Nestes casos, as alternativas em texto diferentes são necessárias e devem ser utilizadas. Geralmente, os exemplos podem encontrar-se na utilização de ícones, tais como marcas de verificação, cruzes e sinais de trânsito. As suas funções podem ser diferentes dependendo do contexto da página Web. Um ícone de marca de verificação pode funcionar como "aprovado", "concluído" ou "incluído", etc., dependendo da situação. A utilização de "marca de verificação" como alternativa em texto em todas as páginas Web não ajuda os utilizadores a compreender a função do ícone. Podem ser utilizadas diferentes alternativas em texto quando o mesmo conteúdo não textual serve várias funções.

Técnicas Adicionais (de tipo aconselhada) para o 3.2.4

Embora não sejam necessárias para conformidade, as seguintes técnicas adicionais devem ser consideradas de forma a tornar o conteúdo mais acessível. Nem todas as técnicas podem ser utilizadas ou são eficazes em todas as situações.

  • Garantir que a alternativa em texto transmite a função do componente e o que irá acontecer quando o utilizador o activar (futuro link)

  • Utilizar o mesmo conteúdo não textual para uma determinada função sempre que possível (futuro link)

Falhas Comuns para o CS 3.2.4

Em seguida, são apresentados os erros comuns considerados como falhas do Critério de Sucesso 3.2.4 pelo Grupo de Trabalho das WCAG .

Termos-Chave

mesma funcionalidade

o mesmo resultado quando utilizado

Exemplo: Um botão para submeter uma "pesquisa" numa página Web e um botão para "localizar" noutra página Web poderão ambos ter um campo que permita a introdução de uma palavra e apresentar tópicos no sítio da Web relacionados com a palavra submetida. Neste caso, teriam a mesma funcionalidade, mas não seriam etiquetados de forma compatível.

página Web

um recurso não incorporado a partir de um único URI utilizando HTTP mais quaisquer outros recursos que sejam utilizados na apresentação ou destinados a serem apresentados em conjunto por um agente de utilizador

Nota 1: Embora quaisquer "outros recursos" possam ser apresentados em conjunto com o recurso principal, não seriam necessariamente apresentados em simultâneo.

Nota 2: Para efeitos de conformidade com estas directrizes, um recurso tem de ser "não incorporado" no âmbito da conformidade, de forma a ser considerado uma página Web.

Exemplo 1: Um recurso Web que inclui todas as imagens e multimédia incorporadas.

Exemplo 2: Um programa Web de correio electrónico construído utilizando Asynchronous JavaScript e XML (AJAX). O programa está totalmente alojado em http://example.com/mail, mas inclui uma caixa de entrada, uma área de contactos e um calendário. São fornecidos links ou botões que permitem visualizar a caixa de entrada, os contactos ou o calendário, mas que não alteram o URI da página totalmente.

Exemplo 3: Um portal personalizável, em que os utilizadores podem escolher o conteúdo a visualizar a partir de um conjunto de diferentes módulos de conteúdos.

Exemplo 4: Ao entrar em "http://shopping.example.com/" no seu browser, está a entrar num ambiente de compras interactivo semelhante a um cinema, em que se pode deslocar visualmente numa loja, arrastar produtos das prateleiras ao seu redor e colocá-los num carrinho de compras que surge à sua frente. Ao clicar num produto, este é apresentado com uma folha de especificações ao lado. Isto poderá ser um sítio da Web com apenas uma página, ou apenas uma única página dentro de um sítio da Web.