Pasta Actual:
Acessibilidade à Televisão

acesso > Acessibilidade à Televisão > Estudo sobre espectadores surdos em Portugal

75% das pessoas surdas assumem ter dificuldades de leitura da língua portuguesa.  

autora: Prof. Josélia Neves / Escola Superior de Tecnologias de Gestão / IPL / 2003.
fonte: Audição pública sobre o acesso de pessoas com necessidades especiais às emissões de televisão em Portugal (688kb, PowerPoint).

nota prévia: os presentes dados foram recolhidos pela equipa do Programa ACESSO de uma apresentação pública do estudo.

Amostra

A amostra do estudo é composta por 153 pessoas surdas e tem por objectivo a recolha dos hábitos e dos gostos televisivos.

Literacia da língua portuguesa

75% das pessoas surdas assumem ter dificuldade na leitura da língua portuguesa.

Canal e tipo de programa preferido

A TVI é o canal de televisão preferido da população surda, seguido da SIC e do canal 1 da RTP. No que diz respeito a programas, os noticiários são os mais vistos. Os noticiários são também aqueles onde a comunidade surda gostaria de ver um conjunto mais amplo de funcionalidades de acessibilidade.

Legendagem via Teletexto e/ou LGP

53% dos inquiridos faz uso da legendagem via teletexto. Dos que não usam teletexto, 7% desconhecia a funcionalidade e 51% não tem televisão com teletexto.

Quanto à Língua Gestual Portuguesa, apenas 57,4% das pessoas que usa regularmente LGP no seu dia a dia lê LGP nos programas de televisão. No caso da LGP, 64% dos que a vêem não estão satisfeitos. O ecrã pequeno, a existência de poucos programas e o desconhecimento dos horários são algumas das razões para a insatisfação. No caso da legendagem via teletexto o nível de satisfação aumenta, mas dos não satisfeitos, que são um pouco mais de metade dos espectadores, 61% queixa-se dos poucos programas.

Última actualização: 20 Fevereiro 2006.
Programa ACESSO da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, I.P.

Motor de Busca
Motor de Busca

Mapa do Sítio
Mapa do Sítio

Ajuda
Ajuda

Sugestão
Sugestão