Pasta Actual:
Estudos.

acesso > Estudos > Avaliação dos sítios Web 2003.

Avaliação Externa de Web Sites dos Organismos da Administração Directa e Indirecta do Estado.

Facilidades para Cidadãos com Necessidades Especiais

fonte: Accenture. (Dezembro 2003). Relatório final, 2ª edição.

Auto-avaliação dos Organismos

Como classifica o Web site relativamente à acessibilidade para Cidadãos com necessidades especiais?

Acessibilidade para Cidadãos com Necessidades Especiais[D]

Fig. 1: 33,92% dos Organismos considera insuficiente o tratamento que dão às funcionalidades para cidadãos com necessidades especiais. Use este link caso não consiga visualizar os dados da imagem anterior (figura 1).

À semelhança dos resultados registados na edição anterior, cerca de metade dos organismos consideram insuficiente a acessibilidade dos respectivos sítios Web para cidadãos com  necessidades especiais.

Esta tendência continua a justificar-se por algum desconhecimento desta prática, confirmado pelo índice de ausência de resposta, bem como pela adopção de critérios de gestão de prioridades que penalizam os cidadãos com necessidades especiais. No entanto, existem múltiplos organismos que afirmam que já estão a desenvolver este tipo de funcionalidades, esperando proceder à sua disponibilização num futuro próximo.

O que estão os organismos a fazer em prol da acessibilidade?

A resposta é dada pela compilação dos comentários mais representativos:

Avaliação do critério Acessibilidade para Cidadãos com Necessidades Especiais

Os resultados da classificação do critério Acessibilidade para Cidadãos com Necessidades Especiais reflectem bem as lacunas que já haviam sido evidenciadas aquando da análise dos respectivos indicadores, podendo ser analisadas globalmente através do gráfico seguinte.

Classificação para o critério de Acessibilidade para Cidadãos com Necessidades Especiais

Resultados do critério acessibilidade [D]

Figura 2: 58,38% dos sites encontram-se classificados com acessibilidade insuficiente. Use este link caso não consiga visualizar os dados da imagem anterior (figura 2).

Este gráfico (figura 2) reflecte os resultados das avaliações realizadas aos sítios Web dos organismos com presença na Internet, o que nos permitiu constatar que, para este critério, os sítios Web são avaliados com Insuficiente em 58% dos casos e com Regular em 28%, traduzindo-se por conseguinte em resultados maioritariamente negativos. Na nossa opinião, estes resultados requerem uma atenção especial por parte dos organismos, pois denotam uma clara falta de acessibilidade aos sítios Web da Administração Pública por parte dos cidadãos com necessidades especiais.

As classificações apuradas na presente avaliação, quando comparados com os resultados da avaliação anterior (Fevereiro de 2002), apresentam uma melhoria que pode ser considerada significativa (cerca de 15%), traduzida na redução da percentagem da classificação Insuficiente em detrimento da classificação Regular.

Auto-avaliação versus avaliação externa

Auto-avaliação vs avaliação externa [D]

Figura 3: A classificação acessibilidade insuficiente revela maior optimismo (39%) do que os dados recolhidos na prática  (58,38%). Use este link caso não consiga visualizar os dados da imagem anterior (figura 3).

A auto-avaliação realizada pelos organismos, relativamente ao critério de acessibilidade para cidadãos com necessidades especiais, apresenta resultados muito aproximados aos obtidos no âmbito da avaliação externa.

Verifica-se maior concordância na classificação regular e insuficiente, do que na classificação bom e muito bom. Isto denota consciência dos organismos públicos com relação às regras de acessibilidade para cidadãos com necessidades especiais.


notas de rodapé

Descrição dos elementos constantes na figura 1

Como classifica o Web site relativamente à acessibilidade para Cidadãos com necessidades especiais?
Resposta Frequência
Excelente 5,85%
Muito Bom 11,70%
Bom 12,86%
Regular 21,05%
Insuficiente 33,92%
Não Responde 14,62%

voltar ao texto (nota 1).

Descrição dos elementos constantes na fig. 2

Resultados do critério Acessibilidade para CNEs
Resultado Frequência
Excelente 4,59%
Muito Bom 0,81%
Bom 7,84%
Regular 28,38%
Insuficiente 58,38%

voltar ao texto (nota 2).

Descrição dos elementos constantes na fig. 3

Auto-avaliação versus Avaliação Externa
Classificação Auto-avaliação (%) Avaliação (%)
Excelente 4,59 6,85
Muito Bom 0,81 13,70
Bom 7,84 15,07
Regular 28,38 24,66
Insuficiente 58,38 39,72

voltar ao texto (nota 3).

[fim da página]

Última actualização: Março 01, 2004.
Programa ACESSO da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, I.P.

Motor de Busca
Motor de Busca
Mapa do Sítio
Mapa do Sítio
Ajuda
Ajuda
Sugestão
Sugestão